Acompanhe também as nossas redes sociais

Educação

Sectec irá inaugurar dois laboratórios de reprodução animal em São Luís dos Montes Belos

Publicado

em

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec), realizará investimentos superiores a 1, 2 milhão em Arranjos Produtivos Locais (APLs) que visam à melhoria genética do rebanho leiteiro, com aumento da produtividade. Serão inaugurados no dia 18 de setembro, na unidade da UEG de São Luís de Montes Belos (GO-060, km 124), dois laboratórios de Biotecnologia e de Reprodução Animal. Eles beneficiarão produtores ligados ao APL Lácteo. A iniciativa da Sectec é resultado de parceria com a Universidade Estadual de Goiás (UEG) e Emater.

A novidade, além de melhorar a renda dos pequenos produtores, representa um avanço em pesquisa e extensão para a UEG, capacitação e crescimento profissional para os técnicos, mais oportunidades de conhecimento para os alunos, geração de novos empregos para o setor lácteo e, de forma geral, benefícios para toda a população com a melhoria do produto final. De acordo com o secretário Mauro Faiad, ações como essa mostram que o Governo de Goiás promove competitividade e fortalece o desenvolvimento regional, o que significa mais oportunidades de trabalho para a população.

{loadposition adsense}Segundo o professor de Reprodução Animal da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Klayto Gonçalves, os dois laboratórios serão usados em atuação conjunta, um complementando o outro. O processo terá início com a produção de embriões dentro dos laboratórios, passando pelo congelamento de sêmens e, em seguida, a sua distribuição aos produtores cadastrados no programa. O professor Klayto estima que mais de 300 produtores da região de São Luís de Montes Belos serão atendidos de forma permanente, além de outros que poderão ser incluídos posteriormente.

Conforme o professor, os laboratórios terão capacidade para produzir e congelar até 300 mil doses de sêmen/ano. Ele também calcula uma produção de 1,5 mil embriões por ano. Esse investimento tem um caráter inovador. “Será um dos únicos laboratórios públicos no País com esse foco de pesquisa e atendimento”, diz o professor da UEG.

Tanques de resfriamento – A Sectec programa também para a segunda quinzena do mês de setembro a entrega de 41 tanques de resfriamento de leite que atenderão pequenos produtores do Entorno de Brasília (região de Águas Emendadas) e Região Norte do Estado. Os tanques serão instalados nos municípios de Porangatu, Niquelândia, Formoso, Minaçu, Campinaçu, Cabeceiras de Goiás, Vila Boa, Planaltina de Goiás e Formosa. O investimento total soma mais de R$ 700 mil.A utilização do equipamento será de forma coletiva e direcionada para a agricultura familiar tradicional e os assentamentos rurais. A gestão será feita por associações e cooperativas do setor. Mais de 300 pequenos produtores serão beneficiados diretamente com a medida.O investimento está sendo feito em parceria com a Emater, que desenvolveu o projeto técnico e contribuiu com a mobilização e articulação dos integrantes do APL.De acordo com José Araújo de Oliveira, da Emater, os tanques permitem maior qualidade ao leite e garantem o cumprimento de norma legal que exige o armazenamento do produto em resfriador após 30 minutos da ordenha. Segundo ele, para um pequeno produtor que produz cerca de 50 litros de leite por dia, seria inviável adquirir um equipamento como esse.

Continue lendo

Em Goiás

Sugira uma pauta

É expressamente proibido a utilização do conteúdo aqui publicado em mídias on-line ou impressas. Diário do Interior | Todos os direitos reservados.