Acompanhe também as nossas redes sociais

Segurança

Polícia procura menina de 9 anos e trabalha com hipótese de sequestro, em Caiapônia

Entre suspeitos está homem que prestou serviços de pedreiro na casa da família. Mãe identificou garota em imagens de circuito de segurança de posto de combustível.

Publicado

em

Lara Eloá Pereira de Andrade de 9 anos, está desaparecida desde o início da tarde da última segunda-feira (18).

A Polícia Civil investiga o paradeiro de uma menina de 9 anos, identificada como Lara Eloá Pereira de Andrade que desapareceu em Caiapônia, nesta segunda-feira (18). A principal linha de investigação da corporação é que a criança tenha sido vítima de sequestro seguido de cárcere privado. Entre os suspeitos está um homem prestou serviços de pedreiro na casa da família dela.

O delegado responsável pelo caso, Marlon Souza Luz, estava em diligências durante toda a tarde desta terça-feira (19). Em depoimento, a mãe da menina, que é enfermeira, contou que saiu para trabalhar por volta de 12h30 e deixou a menina e um irmão em casa. Todas as portas e janelas estavam trancadas.

No retorno, por volta de 17h, a mulher não encontrou a garota e procurou a polícia. Não houve arrombamento. Imagens de circuito de segurança obtidas pela corporação mostram uma menina – identificada pela mãe como a criança – na companhia do provável suspeito. Em um dos vídeos, eles estão em um carro em um posto de combustível, abastecendo.

Até a tarde desta terça, cinco pessoas já haviam prestado depoimento formalmente. A polícia informou trabalhar com outros suspeitos, mas disse que, em um primeiro momento, não vai dar detalhes para não comprometer as investigações. O principal deles tem entre 45 e 50 anos e já tem antecedentes criminais.

A cidade tem cerca de 20 mil habitantes. Quem tiver informações sobre a criança pode entrar em contato com a Polícia Civil por meio do (64) 3663-1666, em horário comercial, e do (64) 3663-2058, com a Polícia Militar através do número 190, a qualquer hora.

Continue lendo

Em Goiás

Sugira uma pauta

É expressamente proibido a utilização do conteúdo aqui publicado em mídias on-line ou impressas. Diário do Interior | Todos os direitos reservados.