Acompanhe também as nossas redes sociais

Goiás

Menores são condenados a três anos de internação pela morte de advogada em Goiânia

Vítima tentava estacionar o carro em uma rua do Setor Alto da Glória quando foi surpreendida pelos assaltantes. Lais Fernanda Araújo Silva foi morta com um disparo na cabeça.

Publicado

em

Laís foi assassinada no último dia 10 de maio em Goiânia (Foto: Reprodução)

Os dois menores de 13 e 16 anos envolvidos no assassinato da advogada Laís Fernanda Araújo Silva, de 30 anos, foram condenados a três anos de internação pelos atos infracionais análogos aos crimes de associação criminosas, latrocínio consumado e porte ilegal de arma de fogo. A decisão foi dada pelo juiz Lionardo José de Oliveira do Juizado da Infância e da Juventude de Goiânia.

Os menores cumprirão as penas em um centro socioeducativo que não foi divulgado para a imprensa. Eles foram detidos por policiais de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) no último dia 19 de maio. Aos militares, o menor de 13 anos alegou ser o autor do disparo levou à advogada ao óbito.

Crime
O latrocínio aconteceu no último dia 10 de maio na Rua Teresina no Setor Alto da Glória, na região Sul da capital. Laís estacionava o carro para buscar um amigo quando foi surpreendida por dois homens que anunciaram o assalto. A advogada se assustou e tentou arrancar com o carro, mas foi atingida pelo disparo na cabeça. A vítima morreu na hora. O veículo, que estava ligado, ainda derrubou quatro motos que estavam estacionadas no local.

Veículo da vítima chegou atingir quatro motos estacionadas no local (Foto: Via WhatsApp)

Além dos menores, foram presos um homem, suspeito de auxiliar na fuga dos criminosos, e uma mulher que, segundo os suspeitos para a Polícia Civil (PC), servia para despistar os policiais, pois sentava no banco da frente do VW Gol dirigido pelo homem. Todos os suspeitos integravam uma quadrilha comandada por um detento do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia especializada em roubos de veículos na cidade. Os envolvidos, inclusive os menores, possuem diversas passagens pela polícia.

Continue lendo

Em Goiás

Sugira uma pauta

É expressamente proibido a utilização do conteúdo aqui publicado em mídias on-line ou impressas. Diário do Interior | Todos os direitos reservados.