Acompanhe também as nossas redes sociais

Cultura

Golpe: Estelionatários enviam boletos falsos para empresários de Iporá

Publicado

em

Criminosos emitem boletos em nome da Associação Comercial Empresarial do Brasil, associação que só existe na internet.

Proprietários de empresas em Iporá, precisam ficar atentos para não cair no golpe do falso boleto. A prática criminosa, que cobra uma taxa referente a uma contribuição institucional que não existe, vem sendo registrada com recorrência em Iporá e em todo o Brasil.

Para aplicar o golpe, os estelionatários encaminham aos empresários um boleto bancário falso, com o nome de associações comerciais e instituições até mesmo inexistentes, fazendo alusão a taxas ilegais ou que não existem. Para aumentar a credibilidade da falsa fatura e confundir a vítima, alguns boletos apresentam artigos da Constituição Federal que citam prováveis punições caso o valor cobrado não seja quitado.

Boletos chegam com valores acima de R$ 300, já vencidos ou com vencimentos para os próximos dias sem qualquer informação sobre a cobrança

Boletos chegam com valores acima de R$ 300, já vencidos ou com vencimentos para os próximos dias sem qualquer informação sobre a cobrança

Outra estratégia usada pelos fraudadores é de encaminhar a cobrança com prazo de vencimento expirado ou preste a vencer. Em uma tentativa de forçar a vítima, que teme cair em qualquer ilegalidade fiscal, a, primeiro, pagar a fatura para só depois procurar saber do que se trata.  Empresários tem recebido falsas faturas com frequência. Geralmente com valores pequenos, para não despertar desconfiança, mas algumas chegam a cobrar quase R$ 300.

Em Iporá, os boletos de cobrança que mais estão em circulação são o da Associação Comercial Empresarial do Brasil.

Não efetue o pagamento

Empresários que receberem boletos de cobrança de associações comerciais e de sindicatos, deve se informar com seu contador antes de efetuar o pagamento, já que após o pagamento, é impossível reaver o valor pago.

Continue lendo

Em Goiás

Sugira uma pauta

É expressamente proibido a utilização do conteúdo aqui publicado em mídias on-line ou impressas. Diário do Interior | Todos os direitos reservados.