Acompanhe também as nossas redes sociais

Cidades

Estudante tem 45% do corpo queimado ao ser atacada por outra mulher dentro de carro em São Luís de Montes Belos

Segundo os bombeiros, mulher quebrou o vidro do veículo, jogou álcool e ateou fogo em Beatriz Carneiro de Araújo, de 20 anos. Jovem está internada em UTI de hospital. Suspeita foi presa.

Publicado

em

Uma estudante de farmácia, de 20 anos, teve 45% do corpo queimado na manhã desta sexta-feira (16), em São Luís de Montes Belos. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima, Beatriz Carneiro de Araújo, havia ido comprar pão em um supermercado e, quando voltou para o carro, uma mulher quebrou o vidro da porta, jogou álcool e ateou fogo. A jovem foi socorrida e está internada. Já a suspeita foi presa.

Após ser socorrida, com queimaduras de 2º grau no rosto, peito, costas e braços, Beatriz foi encaminhada para um hospital particular da cidade. Segundo boletim médico divulgado nesta manhã, ela está, por precaução, em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Conforme informou o diretor da unidade, Danillo Almeida e Silva, o quadro dela é considerado estável.

O advogado da família de Beatriz, Marcelo Borges, disse ao G1 que a vítima nunca viu a suspeita antes e que não sabe o que motivou o ataque.

“Quando a Beatriz entrou no carro, essa mulher bateu com uma marreta, jogou álcool e depois ateou fogo. Ela, desesperada e tentando sair com o veículo, acabou conseguindo ligá-lo, mas bateu em seguida em um poste. Em seguida, saiu de dentro dele com o corpo em chamas”, disse.

Vidro do veículo onde Beatriz Araújo estava foi quebrado durante ataque; jovem teve 45% do corpo queimado, em São Luís de Montes Belos (Foto: Arquivo pessoal)

O advogado conta que a jovem tirou a blusa para tentar debelar as chamas e recebeu ajuda de pessoas que estava próximo ao local.

A suspeita do crime, que ainda não foi identificada, foi presa em flagrante pela Polícia Militar e encaminhada para a delegacia.

Tentamos contato com o delegado Victor Avelino desde as 13h20 desta sexta-feira, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

Continue lendo

Em Goiás

Sugira uma pauta

É expressamente proibido a utilização do conteúdo aqui publicado em mídias on-line ou impressas. Diário do Interior | Todos os direitos reservados.